natal

pedi presentes
caixas cheias, vazias.
papeis de presente;
nada maquia vocês,
todos,
ausentes.



                                                                         - (João Paulo Pereira)

no sertão
falta chuva,
falta trigo,
falta milho,
falta pão.

foi plantar, o seu feijão.
seu José, lavrador,
que desafia o sertão.

faltou água pra brotar
o feijão que ia jantar.
Ser tão
ousado,
com resistência
no olhar.

na tragédia da vida
sou peça
e jamais me impeças
de atuar
com meu livre roteiro

I am awfully greedy; I want everything from life. I want to be a woman and to be a man, to have many friends and to have loneliness, to work much and write good books, to travel and enjoy myself, to be selfish and to be unselfish… You see, it is difficult to get all which I want. And then when I do not succeed I get mad with anger.

Simone de Beauvoir (via observando)

(via tamba-taja)

da primeira pessoa singular; plurais

meu, sou seu.
seu e meu
não deu
ser só seu, doeu.

voltei, eu.
vim ser teu
não somente teu,
tão pouco só meu

serias meu, corda.
corda, seria eu
dariamos laços
em nós.

era eu só,
somei-me tu.

de uma potência,
exponencial fomos nós.


subtraiu-se          , então,  você (…)
e,
de resto, essas raízes
que já não me sustentam.

Procura-se

ser
vivo ou morto.

vivo, eu, no morro
quase sempre vivo

mas, as vezes,
morro

tem um pouco deu,
no sorriso teu,
nesse risco nosso,
de ascendermos algo
e queimarmos juntos.


João P. Pereira